Faturamento: saiba como calcular, analisar e aumentar o da sua empresa

O faturamento é um dos principais indicadores de saúde financeira das empresas, desde que seus gestores financeiros saibam usá-lo. Inclusive, vale lembrar que faturar não é o mesmo que lucrar – é preciso que a gestão entenda essa diferença para compreender se as empresas estão realmente ganhando dinheiro. 

Além disso, há vários outros indicadores que precisam ser utilizados pela gestão em conjunto para avaliar se o negócio está faturando o suficiente, se as vendas estão tendo um bom retorno e se a empresa terá o lucro esperado.


Mas, afinal, o que é faturamento?

O faturamento é a soma dos valores alcançados com as vendas de produtos e/ou serviços em um período. Ou seja, podemos afirmar que ele corresponde a todo dinheiro que entra no caixa a partir das atividades comerciais, seja ela por meio da prestação de serviços ou pela venda de mercadorias. Portanto, se uma loja vende 400 produtos a R$ 50,00, o faturamento do mês é de R$ 20 mil.

No entanto, apesar de existirem outras fontes de recursos para as organizações, como rendimentos de aplicações financeiras e atividades esporádicas, é por meio do faturamento com as vendas que há a maior parte do capital. E, em razão disso, ele é considerado um dos indicadores financeiros mais importantes para medir o sucesso da companhia e analisar o desempenho mês a mês. 


Para que serve o faturamento?

O faturamento tem como principal finalidade mensurar a performance de vendas da companhia, entendendo se os produtos ou serviços estão atraindo o público de acordo com o planejado. Com ele, é possível ter uma visão clara de quanto dinheiro entrou a partir da área comercial e como anda a capacidade de produção, além de apresentar uma base para acompanhar o fluxo de caixa.

Outra utilidade do faturamento é poder ser usado como base de cálculo para os impostos, pois, dependendo do valor faturado no ano fiscal e do regime tributário escolhido, diferentes alíquotas e regras de tributação podem ser aplicadas. Mais do que isso, o faturamento também é um critério básico para saber o porte da empresa e o enquadramento jurídico. Por último, ele é fundamental para calcular o lucro obtido e avaliar a saúde financeira da empresa. 


Qual a diferença entre faturamento bruto e líquido? 

Há dois tipos de faturamento que podem ser usados para analisar o desempenho financeiro e comercial das organizações: o bruto e o líquido. Entenda abaixo a diferença entre eles e como calcular cada um.

  • Faturamento bruto

É tudo aquilo que a empresa arrecadou em suas vendas e serviços prestados. Ou seja, é a conta mais simples, onde é multiplicado o preço de venda pelo total de unidades vendidas: 

Faturamento bruto = preço de venda x quantidade vendida

No entanto, vale lembrar que é preciso aplicar o cálculo a cada um dos produtos ou serviços vendidos para chegar ao valor total faturado pela empresa. Portanto, uma pequena padaria que vende 60 unidades de brownie a R$ 5,00 cada, 50 unidades de palha italiana a R$ 6,00 cada e 100 unidades de brigadeiro a R$ 4,00 cada, tem um faturamento bruto de R$ 1.000,00 no período. 

  • Faturamento líquido

Já o cálculo do faturamento líquido é um pouco mais complexo. Ele corresponde ao faturamento bruto menos as deduções de vendas e os impostos de cada transação, seguindo a fórmula abaixo:

Faturamento líquido = faturamento bruto - deduções de vendas - impostos

No caso, é chamado de dedução de vendas os contratos cancelados e produtos devolvidos, por exemplo, enquanto os impostos são recolhidos conforme a atividade da empresa e o regime tributário. 

Então, por exemplo, há um salão de beleza enquadrado no Simples Nacional que paga 6% de imposto sobre os serviços prestados. Se foram comercializados 150 cortes a R$ 70,00, 25 colorações a R$ 900,00 e 100 serviços de manicure/pedicure a R$ 40,00 no mês, o faturamento bruto é de R$ 37 mil. Mas, descontando os 6% de imposto devido (R$ 2.220,00), há o faturamento líquido de R$ 34.780,00. Com isso, é possível afirmar que, esse indicador é mais preciso para identificar quanto foi faturado no mês, pois a tributação é inevitável e as possíveis perdas devem ser consideradas nos cálculos.


Dicas para aumentar o faturamento e o lucro

  • Comece pelo diagnóstico

Antes de qualquer atitude para aumentar o faturamento, é importante fazer um diagnóstico financeiro para compreender a situação da empresa de maneira geral. Portanto, além de calcular o faturamento e o lucro, é importante utilizar outros indicadores importantes, tais como lucratividade e rentabilidade, número de clientes, capital de giro, giro de estoque, volume de vendas, Custo de Aquisição de Clientes (CAC), Lifetime Value (LTV), margem de lucro desejada, ponto de equilíbrio financeiro, margem de contribuição, produtos mais vendidos e receita por cliente. Com isso, é possível identificar os gargalos atuais da empresa e traçar estratégias para aumentar o faturamento.

  • Controle custos e despesas

O controle de custos e despesas é essencial para garantir a saúde financeira da empresa, já que é preciso gastar para ganhar no mercado. Se, no diagnóstico, ao comparar as vendas e o faturamento com os resultados da concorrência, foi possível concluir que eles estão dentro da média do mercado, ou dentro das expectativas, o problema que está atrasando o sucesso pode ser o gasto excessivo.

Para resolver, é importante classificar e acompanhar de perto os custos, cortando o que for possível sem afetar a qualidade dos produtos e serviços. Portanto, vale negociar preços com fornecedores, economizar nos materiais de escritório, digitalizar arquivos para reduzir custos de armazenamento, terceirizar atividades e setores, entre outras medidas. 

  • Reveja os preços 

A formação de preços incorreta é uma das principais razões por trás de um faturamento insuficiente e de resultados negativos. Portanto, se os problemas não estão nos custos e na divulgação, é provável que o preço de venda esteja abaixo ou acima do que deveria. 

Nesse caso, é importante rever os preços considerando os custos da empresa, padrões da concorrência, percepção de valor do cliente, entre outros critérios. 

  • Melhore o processo de vendas

É bastante comum as empresas terem problemas no próprio processo de vendas, que nem sempre é completamente estruturado para converter o maior número possível de clientes. Para começar, é essencial ter um funil de vendas definido e conhecer a jornada do cliente para aumentar a taxa de sucesso dos vendedores. Para isso, com um bom sistema ERP e CRM online, é possível mapear cada passo dos clientes, acompanhar propostas e negociações e identificar os leads mais promissores, por exemplo. 

  • Aposte na retenção e fidelização dos clientes

Por fim, uma das formas mais efetivas de garantir um faturamento estável e um crescimento sustentável é apostar na retenção e fidelização dos clientes. Afinal, conseguir um novo cliente custa 5 vezes mais do que manter um cliente atual, como já dizia o pai do marketing Philip Kotler. 

Com isso, é importante manter um bom relacionamento com os clientes e investir em ações para continuar fazendo negócios com eles, como programas de fidelidade, ofertas especiais e táticas de up-selling e cross-selling.  Mais do que isso, é fundamental proporcionar um atendimento personalizado e garantir uma boa experiência.


Aproveite e CLIQUE AQUI para conhecer o MBA em Gestão Financeira: Controladoria, Auditoria e Compliance. Ele foi desenvolvido pela FGV através da combinação de conceitos e práticas que proporcionam ao participante uma visão estratégica no processo decisório. Os temas abordados enfocam toda metodologia de gestão, com ênfase na área financeira, complementados por instrumentos de controle e auditoria necessários à constante avaliação do processo decisório dos executivos de finanças.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3065-6437
  • (51) 99997-6687
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre


Inicie o Tour Virtual

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.