Feedback positivo: saiba o que é e como conduzi-lo

O feedback é uma ferramenta importante na gestão das empresas, de maneira geral, mas ainda mais na gestão de pessoas. Ele garante um melhor desempenho, percepção e aprendizado dos colaboradores sobre o próprio trabalho. No entanto, é normal que muitas empresas utilizem a ferramenta no ambiente corporativo somente quando algum colaborador falha, esquecendo de realizar o feedback positivo.

Essa postura, contudo, é muito prejudicial à empresa e ao ambiente corporativo, de maneira geral. O feedback positivo é considerado um processo de reconhecimento, que tem o objetivo de manter as equipes motivadas e ainda garante a continuidade do bom trabalho.


O que é feedback positivo?

A palavra feedback é traduzida como “retroalimentação”. Ou seja, o feedback pode ser considerado um processo onde algo que a pessoa faz, retorna para ela. No ambiente corporativo, ele está relacionado às avaliações de desempenho feitas à equipe. Com isso, podemos entender o feedback positivo como avaliação pela performance do colaborador, que alcançou ou superou as expectativas da empresa. 

No entanto, é válido destacar que o feedback, seja positivo ou negativo, tem o papel de ser construtivo, proporcionando o desenvolvimento do profissional em questão. Além disso, para que o processo seja eficiente, é importante que a prática do feedback esteja incorporada na cultura organizacional, sendo usada com constância, não somente pelo RH, mas por todos os líderes e gestores da empresa.


Qual a importância do feedback positivo?

Oferecer retorno ao colaborador com periodicidade é muito importante para que eles se sintam reconhecidos, motivados e entendam no que estão acertando. Com isso, o feedback positivo funciona como uma forma de valorizar os profissionais, mostrando que a organização reconhece o potencial e confia neles.

Mais do que isso, essa devolutiva ajuda a promover a continuidade do bom desempenho, oferecendo o direcionamento para maximizar os resultados e ainda garantir o crescimento e desenvolvimento dos colaboradores e da empresa. Por último, o feedback positivo também auxilia no estreitamento do relacionamento entre líderes e liderados, melhorando processos internos e o clima organizacional. 


Como conduzir um feedback positivo?

Para que o feedback positivo seja feito com sucesso, é essencial que a área de gestão de pessoas treine os gestores de equipe e alinhe alguns pontos. A seguir, confira algumas ações importantes para fornecer esse retorno aos colaboradores.

  • Crie a situação adequada

Para que o feedback passe a mensagem correta e gere resultados nos colaboradores, é importante que ele seja feito em um ambiente adequado e no momento certo. Locais com movimentação de colaboradores e barulho podem, por exemplo, gerar ruídos de comunicação e informações desencontradas. 

Além disso, também é importante avaliar o perfil comportamental do colaborador, visto que há profissionais mais reservados e outros mais extrovertidos. Então, por exemplo, conduzir um feedback em público com um colaborador mais reservado, pode gerar uma situação desagradável e não gerar os resultados esperados. 

  • Reconheça o trabalho do colaborador

O reconhecimento é uma grande fonte de motivação para os colaboradores e um estímulo para que continuem realizando um bom trabalho. Portanto, é essencial que o gestor aponte os bons resultados da performance do colaborador, ressaltando as competências e as melhorias apresentadas em relação às tarefas anteriores.

Além disso, vale lembrar que o feedback positivo não é um elogio. Portanto, é preciso que ele tenha embasamento real, para que o colaborador entenda no que está acertando e crie um ciclo positivo. Elogios mal colocados e sem embasamento podem fazer com que o profissional fique confiante demais, o que pode aumentar a probabilidade de erros. 

  • Pontue o que precisa ser mudado

Mesmo no caso de um feedback positivo, o gestor pode aproveitar a situação para elencar melhorias e desenvolver planos para que o colaborador evolua ainda mais. É importante ter em mente que, até mesmo o melhor dos colaboradores, pode cometer falhas ou deixar passar alguns detalhes, afinal, somos todos humanos.

Nesse caso, o momento do feedback pode ser aproveitado para pontuar as situações e mostrar qual é o comportamento esperado pela companhia. Ao reforçar as atitudes que precisam ser revistas, é essencial que o gestor seja cuidadoso para não transformar o feedback positivo em uma situação constrangedora – algo que pode impactar negativamente na motivação do profissional.

  • Mantenha a periodicidade dos feedbacks

Para que o bom desempenho seja contínuo, a área de gestão de pessoas e os gestores precisam desenvolver a cultura de feedbacks periódicos na empresa. Caso, os gestores façam um bom retorno ao profissional e nunca mais realizem novos feedbacks, o colaborador pode ter a impressão de que seu trabalho não está mais sendo visto - o que impacta diretamente em sua motivação.

Mas, vale lembrar que, além dos feedbacks positivos, pode ser necessário aplicar, também, feedbacks negativos. Nesses casos, a abordagem precisa ter um foco mais construtivo, com o objetivo de buscar melhorias e propor mudanças para que o profissional alcance o desempenho esperado. 

  • Peça feedbacks à equipe

Uma boa opção para tornar os feedbacks mais construtivos é tornar a comunicação uma via de mão dupla. Ou seja, o gestor também pode pedir aos colaboradores ideias e dicas para garantir mais produtividade e desempenho às equipes de maneira geral. Com isso, é possível tornar os profissionais mais participativos e ativos, mostrando que eles são valorizados, não só pelo trabalho deles, mas também por suas ideias e propostas.

Por fim, vale lembrar que o feedback positivo é tão importante quanto o negativo e pode ser utilizado como uma poderosa ferramenta de motivação e desenvolvimento para os colaboradores. Ao aplicá-lo, a área de gestão de pessoas e o gestor devem ser cuidadosos e considerar o perfil de cada profissional, entendendo o que ele valoriza e como prefere ser abordado.


Aproveite e CLIQUE AQUI para conhecer o MBA em Liderança e Gestão Estratégica de Pessoas. Ele foi desenhado para atender à demanda do mercado por um curso de especialização que contemple, simultaneamente, uma sólida formação em gestão de pessoas e o desenvolvimento de soft skills.

Por meio dele, o participante estará apto a ocupar posições de liderança e contribuir para o desempenho organizacional, desenhando e implementando políticas e práticas de gestão de pessoas alinhadas aos objetivos estratégicos da organização.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3065-6437
  • (51) 99997-6687
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre


Inicie o Tour Virtual

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.