10 práticas para otimizar a gestão financeira empresarial

Com a proximidade de um ano novo, é importante reavaliar algumas metas e planejar a gestão financeira empresarial. Isso garante que o negócio, independente de qual segmento seja, possa continuar evoluindo com sustentabilidade e se mantendo ativo e competitivo no mercado.

Aliás, a falta de capital é o motivo de 16% das empresas que fecham as portas nos dois primeiros anos, de acordo com dados do Sebrae (Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Ou seja, muitos negócios têm que fechar suas portas porque não têm dinheiro para manter a engrenagem girando. Isso é fruto de uma falta de planejamento e de gestão financeira! 


A importância de uma boa gestão financeira empresarial

Ao realizar o diagnóstico de uma empresa, o que sinaliza se ela está saudável e caminhando conforme o planejamento estratégico são os resultados financeiros. Quando a receita é capaz de cobrir todos os custos, oferece margem de lucro significativa e dinheiro para investir, significa que a gestão financeira empresarial está organizada.

No entanto, sabemos que essa não é a realidade da maioria das empresas, pois muitas não conseguem alcançar indicadores satisfatórios. Com isso, o resultado é muitos negócios tendo que parar suas operações ou tomar medidas drásticas, como demissões em massa.

Portanto, ter uma gestão financeira empresarial consistente é o que permite que um negócio lucre e tenha bons resultados. Dentro das funções administrativas, ela é uma das mais importantes e acontece por meio de uma série de práticas que tem como objetivo estruturar o negócio e otimizar as tarefas com ferramentas e novas tecnologias.


10 práticas para otimizar a gestão financeira empresarial

Conheça algumas práticas de gestão financeira empresarial comuns no dia a dia, que são capazes de manter as empresas em um ambiente confortável. 

  1. Organize o controle das finanças

Uma boa gestão financeira empresarial começa com um bom planejamento. É extremamente importante ter ciência sobre todos os pagamentos, cobranças, entradas e saídas para entender que rumos a empresa deve tomar e para onde não ir.

  1. Use a abuse das ferramentas financeiras

Para acompanhar indicadores, gerar relatórios, identificar gargalos e pontos de atenção, é preciso usar ferramentas financeiras que oferecem um norte sobre o que deve ser feito. Entre essas ferramentas, podemos elencar a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), Balanço Patrimonial (BP), Fluxo de Caixa (FXC) e Controle Orçamentário. 

  1. Capacite os colaboradores

Como o setor financeiro requer atenção e conhecimento especializado, é essencial que os colaboradores saibam utilizar as ferramentas contratadas pela empresa e passem por reciclagens que tenham como objetivo melhorar e otimizar a usabilidade.

  1. Administre bem o caixa

Para um controle de gastos realmente efetivo, não importa qual seja o nicho, a empresa precisa realizar a administração do fluxo de caixa. O controle de entrada e saída permite saber exatamente a receita do dia, da semana e do mês. Com isso, toda a gestão se torna mais eficiente e ajuda na tomada de decisões futuras.

  1. Determine um valor de investimento

É importante ressaltar que a gestão financeira empresarial não se restringe apenas às tarefas cotidianas, mas também à necessidade de construir um cenário propício para manter a empresa competitiva. Por isso, além de economizar e rever os gastos, é preciso definir um valor de investimento a ser aplicado em novas pessoas, processos e ferramentas. 

  1. Se atente aos custos fixos e saiba precificar

Todo controle financeiro, para ser assertivo, precisa ter como base saber o custo fixo dos produtos, serviços e compromissos administrativos, como pagamento de aluguel, energia, internet, pessoal etc. Com esse controle em ordem, é possível precificar os produtos e serviços de forma mais compatível com a realidade.

  1. Evite o desperdício

Muitas empresas acabam entrando em dívidas e não conseguem ter resultados positivos em seu negócio por conta do desperdício - seja ele de materiais, de estoque e até mesmo nos hábitos ruins dos colaboradores. Portanto, sensibilizar a todos da empresa com conteúdos educativos para evitar o desperdício é uma ótima alternativa.

  1. Defina metas com base na sua realidade

Faz parte da gestão financeira empresarial ter algumas referências de como estão operando os concorrentes, por exemplo. Porém, isso deve servir de parâmetro até certo ponto, porque, na prática, cada negócio tem uma realidade distinta e que precisa de metas alcançáveis. Caso contrário, o risco de frustração é enorme.

  1. Faça a conciliação financeira

Otimizar a gestão financeira empresarial está alinhado com o conhecimento sobre as entradas e saídas financeiras, das perdas por falhas operacionais e dos ganhos por otimização de processos. Esse panorama só é possível por meio da conciliação financeira, que é o confronto de todas as informações financeiras da empresa, tanto de vendas quanto de pagamentos, cobrança e dos extratos bancários.

Olhando especificamente para esses quatro processos, é possível saber se realmente todo o valor de venda foi recebido, se todos os pagamentos foram devidamente realizados, se as cobranças foram liquidadas, como também mapear a entrada e saída dos valores das suas contas correntes.

  1.  Adote uma ferramenta de conciliação financeira

A conciliação financeira é um processo imprescindível. No entanto, pode trazer mais dores que soluções, quando feita de forma manual. Dessa forma, é importante adotar uma ferramenta automatizada de conciliação financeira para se ter, a poucos cliques, todo um raio x das finanças da empresa. Com uma ferramenta dessas, é possível ter processos mais simplificados e capazes de dar o melhor norte para a tomada de decisão.


Agora que a importância da gestão financeira empresarial está mais clara, aproveite e CLIQUE AQUI para conhecer o MBA em Gestão Financeira: Controladoria, Auditoria e Compliance. Ele foi desenvolvido pela FGV através da combinação de conceitos e práticas que proporcionam ao participante uma visão estratégica no processo decisório. Os temas abordados enfocam toda metodologia de gestão, com ênfase na área financeira, complementados por instrumentos de controle e auditoria necessários à constante avaliação do processo decisório dos executivos de finanças.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3065-6437
  • (51) 99997-6687
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.