Tendências de RH para 2022: o que a alta liderança espera do setor

Os últimos dois anos foram transformadores para o mundo. Se 2020 é considerado um divisor de águas, podemos dizer que 2021 foi um período de reestruturação, para colocar os aprendizados do ano anterior em prática. Mas o que podemos esperar de 2022?

O ano que está começando promete algumas mudanças, especialmente nos formatos de trabalho dos colaboradores. O trabalho híbrido, por exemplo, ganhou espaço nas organizações nos últimos dois anos e é um dos impulsionadores para as tendências de RH para 2022.

Inclusive, algumas das tendências do RH para o futuro podem não ser exatamente uma surpresa, mas uma espécie de reforço de algumas necessidades que são latentes para as organizações.  


Tendências do RH do futuro - para implantar já!

O Recursos Humanos é uma área dinâmica, estando em constante evolução. Uma delas, inclusive, a tecnologia a serviço das pessoas, já está acontecendo e deve continuar no futuro. 

Além dela, o RH deve sentir o impacto de outras mudanças também, incluindo a adoção de novas tecnologias - que poderá fazer com que surjam novas profissões. A expectativa é que 6,1 milhões de oportunidades de trabalho surjam no mundo, em áreas que estão sendo desenvolvidas. 

Mas, além disso, há tendências do RH para o futuro que podem ser implantadas desde já pelas empresas.

  1. Trabalho híbrido

O trabalho híbrido - metade da semana no escritório e o restante em casa - tem sido visto cada vez mais como uma necessidade entre os profissionais. Ele, inclusive, auxilia na melhora da produtividade e da saúde mental dos colaboradores. 

Há várias pesquisas do LinkedIn que mostram que mais de 90% dos profissionais entrevistados que precisaram fazer a adaptação à rotina mista preferem e gostam desse modelo. Junto a isso, uma pesquisa do Gartner mostra que 80% das empresas pretendem manter o formato de trabalho híbrido e/ou remoto ao longo deste ano. 

Ou seja, algo que era visto apenas como uma possibilidade há pouco tempo, agora pode ser o futuro de muitas organizações. Inclusive, há muitas empresas que estão se apropriando cada vez mais de algumas transformações que a pandemia ocasionou. 

  1. People Analytics

Em razão do avanço acelerado da tecnologia que aconteceu nos últimos dois anos, o People Analytics chegou para ficar. A ferramenta, que usa inteligência artificial para acompanhar informações de maneira analítica, elimina possíveis interpretações que são baseadas em suposições. Ou seja, a gestão se torna mais eficiente. 

A tendência, que surgiu em 2020 e só se fortalece a cada ano, foi apontada no último relatório do LinkedIn Global Talent Trends como a segunda das quatro principais tendências que irão moldar a maneira como as organizações atraem e retêm seus talentos. 

  1. Employee Experience

Muitas empresas já conseguiram entender que não basta apenas investir em estratégias focadas na melhora da experiência do consumidor. É preciso focar no público interno também: criar uma cultura organizacional receptiva, produtiva e agradável. Esse é o propósito do Employee Experience (EX).

Com o trabalho híbrido e o home office mais presentes na rotina dos profissionais, é preciso pensar em novas estratégias e metodologias de trabalho. Com isso, por meio do EX, o RH foca os esforços e ações para melhorar a experiência dos colaboradores dentro da empresa, promovendo melhorias no cotidiano e proporcionando realização profissional e bem-estar. 

  1. Investimento na formação de líderes

Um desafio atual que segue sendo tendência para os próximos anos: o papel das lideranças é essencial para que os times alcancem um patamar de alta performance. No entanto, as incertezas do mercado também acometem esses profissionais. 

Com isso, eles podem ter dificuldades em manter o engajamento do time, bem como de reconhecer sua capacidade em liderar a equipe e transformar os resultados da companhia. É preciso, portanto, pensar na formação deles. 

É de responsabilidade da empresa, de maneira geral, buscar por estratégias inovadoras que possam aprimorar as habilidades das lideranças. Inclusive, um dos destaques é a liderança complementar - modelo que aposta na parceria entre líderes para atuar de forma integrada na gestão das equipes.  


Esteja preparado/a para o futuro!

Algo que aprendemos nos últimos dois anos é que é essencial que os profissionais estejam atentos às demandas do mercado. Elas são o caminho para que empresas, líderes e times consigam entender e atender os desafios que surgem sem aviso prévio.

Agora que você já conhece as tendências de RH para 2022, que tal conhecer o nosso MBA em Gestão Estratégica de Pessoas: Desenvolvimento Humano de Gestores? CLIQUE AQUI para conhecer o curso desenvolvido pela FGV que tem como propósito melhorar sensivelmente as habilidades para lidar com a dimensão humana, tornando, assim, mais efetivo o exercício da liderança e da capacidade para lidar com os mais diversos e complexos desafios organizacionais.

Por meio do curso, os profissionais serão capazes de contribuir, de modo efetivo, para o desenho e a implementação de políticas e práticas de gestão de pessoas que estejam alinhadas com os objetivos estratégicos da organização.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.