Compartilhe: linkedin facebook

Saiba o que é pipeline de vendas, como criar o seu e mensurar os indicadores corretos

Marketing e Vendas

Para os profissionais que atuam diariamente na negociação com clientes, o pipeline de vendas é considerado uma ferramenta indispensável. Por meio dele, de análises constantes e da gestão diária de vendas, a equipe de vendas consegue ser mais produtiva e eficiente, gerando melhores resultados. 

Além disso, se o pipeline de vendas não funcionar corretamente, todo o restante da operação também terá problemas. Logo, ele precisa ser a primeira parte a estar alinhada. O pipeline de vendas é ótimo para enxergar a organização e aumentar o volume de vendas. 


O que é pipeline de vendas?

O pipeline de vendas é uma espécie de mapa que contém todas as etapas que fazem parte do processo de vendas de uma organização. Cada negociação em andamento é movimentada pelo pipeline de vendas seguindo as fases como primeiro contato, proposta e negociação, etc. 

Cada cliente em potencial avança para o estágio seguinte do pipeline de vendas à medida que avança no processo comercial. Ou seja, a ferramenta é útil para os profissionais que trabalham com várias negociações ao mesmo tempo e não podem deixar que elas escapem. 

Além disso, o pipeline também é essencial para a liderança da área comercial, pois ele permite que o gestor tenha conhecimento e acessos aos dados sobre os processos de venda sem a necessidade de ficar questionando o time. 

  • Pipeline e funil de vendas são sinônimos?

É comum que os termos sejam usados como sinônimos, mas é importante diferenciar os dois conceitos. O pipeline representa as etapas do processo de vendas nas quais um cliente passa até fechar negócio, sendo focado nos processos internos da empresa. Enquanto o funil inclui a jornada de compra do cliente, desde o primeiro contato até a compra.


Qual a importância do pipeline de vendas para as empresas?

O pipeline de vendas funciona como uma espécie de guia que mostra o status de cada contato em andamento, indicando, inclusive, quais os leads mais quentes e as vendas que estão demorando mais que o esperado. Ou seja, ele mostra todas as oportunidades em aberto. 

Com isso, a área comercial consegue monitorar e gerenciar cada etapa do fluxo de vendas. Isso possibilita a análise de métricas importantes que auxiliam nas previsões e correções de estratégias. Com todos os dados em mãos é mais fácil tomar decisões estratégicas capazes de trazer melhores resultados.


Como montar um pipeline de vendas? 4 dicas essenciais

Cada empresa é única e, com isso, também processos únicos. Com isso, os pipelines de vendas também são diferentes. Há quem use cinco, seis, sete etapas nos pipelines. Não há uma regra e o número varia de acordo com o processo de vendas de cada organização.

  • Defina a jornada do cliente

Antes de estruturar as etapas do pipeline, é preciso avaliar a jornada do cliente - que compreende as etapas de descoberta e aprendizado, reconhecimento do problema, consideração das soluções, avaliação e decisão de compra. 

Mesmo que cada lead tenha características próprias, há a estrutura que guia o time comercial e deve ser adaptada de acordo com a realidade de cada empresa e de seus clientes, além do seu modelo e ciclo de vendas.

  • Faça um comparativo de todas as etapas de negociações

A quantidade de estágios no processo de vendas depende de uma série de fatores, como o tipo do negócio e a complexidade das suas vendas. Então, o ideal é adaptar os estágios do pipeline às necessidades da empresa, considerando ainda o pré-vendas. 

Esse cuidado é necessário e importante para evitar que leads pouco qualificados ocupem espaço no pipeline e, por consequência, tomem tempo dos vendedores.

  • Divida tudo em tarefas

Cada uma das etapas deve ser convertida em tarefas, que servirão como um passo a passo para que o profissional de vendas possa se guiar. Entre os exemplos de etapas, podemos citar primeiro contato por e-mail ou telefone, apresentação do produto/serviço, identificação das necessidades e dores do cliente, envio da proposta de valor, maturação da proposta pelo cliente, assinatura de contrato e suporte e fidelização. 

  • Padronize e otimize processos de vendas

O pipeline de vendas desempenha o papel de orientar os profissionais de vendas, pois ele cria um padrão que norteia a atuação dos vendedores. Com isso, eles têm mais autonomia e conseguem garantir bons resultados. 


KPIs para aprimorar o pipeline de vendas

Conheça a seguir os indicadores de performance que devem ser levados em consideração para definir, monitorar e otimizar o pipeline de vendas. 

  • Número de leads no pipeline

A gestão do pipeline deve fornecer total controle sobre o número de leads que estão em cada etapa do funil. Além disso, é importante evitar que o topo do pipeline fique cheio de leads que apenas irão fazer a equipe comercial perder tempo. 

  • Ticket médio

O ticket médio é um indicador muito usado para planejar a otimização do sales pipeline, além de auxiliar na previsibilidade das vendas e nas tomadas de decisão. Ao descobrir a média de cada venda e negociação, é possível avaliar o desempenho dos negócios e o potencial de compra dos clientes.

  • Ciclo de vendas médio

O pipeline de vendas permite que a empresa consiga encurtar o ciclo de vendas. No entanto, para que isso seja possível é preciso mensurar o atual ciclo de vendas por meio de KPIs. 

  • Produtividade da equipe de vendas

Por fim, este indicador de vendas permite que a gestão comercial identifique a relação de oportunidades e fechamentos de vendas do time. Com isso, é possível avaliar melhor a equipe e definir quais planos de ação serão precisos para  aumentar a produtividade e eficiência.


Conclusão

Por meio da padronização e da organização do processo de vendas, a atuação do time comercial pode ser mais gerenciável. Isso permite melhora na produtividade dos colaboradores do time e, como consequência, na receita da empresa.


Gostou do conteúdo? Está buscando desenvolver seu conhecimento relacionado a Vendas? CLIQUE AQUI para conhecer o MBA Executivo: Gestão com Ênfase Gestão Comercial e Vendas.

O MBA é estruturado com temas gerais de Gestão Empresarial e específicos sobre varejo, comércio e vendas, proporcionando ao aluno um conhecimento multidisciplinar.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.