Compartilhe: linkedin facebook

Análise de Investimentos: o que é e quais seus principais métodos de avaliação

Economia e Finanças

Ao comprarmos algo, normalmente esperamos que isso nos proporcione algum retorno, certo?! Esse retorno pode ser monetário ou um momento de lazer. Independente do formato, sempre esperamos algo em troca daquilo pelo qual pagamos. 

Essa expectativa quanto ao “retorno” é bastante importante quando as empresas investem capital em um novo projeto ou quando decidimos investir na bolsa de valores, por exemplo.

Mas, como saber se o investimento irá trazer o retorno esperado? Entre dois projetos, qual poderá proporcionar mais retorno? Ou ainda, quando esse valor investido será recuperado?


O que é uma análise de investimentos?

A análise de investimentos é a aplicação de técnicas financeiras e contábeis com o objetivo de identificar a viabilidade da aplicação de capital em determinado momento e/ou projeto. 

Na análise são levados em conta todos os riscos envolvidos no projeto, sejam eles de ordem econômica ou de cunho mercadológico. Ou seja, é possível estimar o retorno que será obtido, considerando que ele pode ser positivo ou negativo. 

A partir disso, o gestor consegue avaliar qual a melhor decisão a ser tomada e ainda tem a possibilidade de criar novas estratégias - seja para contornar uma situação negativa ou obter lucros ainda maiores. 


Qual a importância de saber como analisar esses investimentos? 

Podemos citar uma série de motivos pelos quais é importante fazer uma análise de investimentos financeiros. Entre os principais estão:

  • Acompanhar a situação econômico-financeira

Por meio da análise de investimento, é possível acompanhar a situação financeira da empresa, avaliando se o capital investido no projeto apresentou o retorno esperado ou não.

Se a análise for feita depois da aquisição do projeto, o gestor consegue avaliar a realidade financeira com relação ao adquirido. Se o resultado for negativo, é possível desenhar um plano de ação para reverter a situação ainda. 

  • Trazer valor para investidores

Empresas que possuem uma boa análise de investimentos possuem maiores chances de receberem apoio de investidores. Por meio da avaliação, as empresas conseguem comprovar aos futuros investidores os resultados positivos e ainda apresentar previsões futuras de crescimento. 

  • Ser atrativo para possíveis acionistas

No mesmo sentido do tópico anterior, há empresas que estão presentes no mercado de ações e buscam gerar valor para os acionistas. Logo, elas precisam ter um bom relatório de análises que visam o longo prazo e uma taxa de retorno maior que o valor investido. Isso é essencial para que o empreendimento atraia bons e fiéis sócios.

  • Tomar as decisões corretas

Os gestores passam boa parte do seu dia tomando decisões com o objetivo de fazer o que parece melhor para a empresa. No entanto, sem fundamentação ou embasamento, há o risco de o empreendimento quebrar devido a escolhas equivocadas. 

As decisões devem ser baseadas em cálculos e relatórios contábeis ou financeiros. Inclusive, há possibilidade de, por exemplo, dois projetos se mostrarem rentáveis, mas existe aquele que é mais vantajoso para a organização. Por meio da análise de investimentos, é possível escolher o mais lucrativo. 


Quais são os principais métodos de análise de investimentos?

Para fazer boas análises, há diferentes métodos à disposição dos profissionais. Separamos, a seguir, os principais e mais utilizados. 

  • Payback

Amplamente utilizado por empresas de diferentes portes, o payback está relacionado ao tempo que o investimento será recuperado. Ele é usado para organizar o planejamento com relação às aplicações que um empreendimento é capaz de fazer.

Considerado um cálculo simples, o método tem como desvantagem o fato de não considerar o que ocorre com o projeto após o payback. Ou seja, pode ser que em alguns casos, o payback seja relativamente rápido, mas depois não proporciona grandes lucros à empresa. 

Além disso, ele não considera o custo de capital da empresa nem o valor do dinheiro no tempo. Em virtude disso, antes de tomar qualquer decisão, é importante que o gestor avalie outros fatores também. 

  • Valor Presente Líquido (VPL)

Normalmente usado para investimentos isolados e de curto prazo, o VPL mostra o quanto vale o patrimônio naquele momento, ao calcular a diferença entre o valor atual dos pagamentos previstos e o valor inicial a ser investido.

O objetivo deste método é mostrar que os projetos têm mais valor do que realmente custam. Logo, a expectativa é que o resultado seja positivo.

  • Taxa Interna de Retorno (TIR)

Representando a taxa de retorno esperada pelo investimento, a TIR faz com que o valor das entradas se iguale com o valor das saídas. Tal método exige conhecimentos relacionados a fluxo de caixa de taxa mínima de atratividade. 

O resultado da TIR é apresentado em unidade relativa e, com isso, ele é usado para decidir entre fazer ou não determinado investimento. Além disso, ela considera o valor do dinheiro no tempo e, com isso, é mais confiável que outros métodos que não o fazem.

  • Índice de Lucratividade

O índice de lucratividade é considerado um método simples, podendo ser usado por qualquer empresa. Ele simplesmente indica se a organização está realmente lucrando ou não com o projeto e qual está sendo o lucro. 

O cálculo do índice de lucratividade é feito pela relação entre o valor presente dos fluxos de entrada e saída do caixa. Ele pode ser usado para análise de um único projeto ou para visualizar se o conjunto dos projetos está sendo rentável.


De maneira geral, podemos compreender que a análise de investimentos é essencial para quem busca fazer uso dos seus recursos de forma eficiente. Cada um dos métodos citados oferece informações valiosas que podem ser muito úteis nas escolhas conscientes. 


Gostou do conteúdo? Deseja aprofundar seus conhecimentos relacionados a análises financeiras? Então, CLIQUE AQUI para conhecer o MBA em Gestão Financeira: Controladoria, Auditoria e Compliance. O curso foi desenvolvido pela FGV por meio da combinação de conceitos e práticas que desenvolvem no profissional uma visão estratégica no processo decisório. 

Os temas abordados têm como focos as metodologias de gestão, mas com ênfase na área financeira. Eles ainda são complementados por instrumentos de controle e auditoria necessários à constante avaliação do processo decisório dos executivos de finanças.


Contato

Porto Alegre


  • Av. Praia de Belas, nº 1212, Torre Norte, 7º andar, sala 704
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h

Novo Hamburgo


  • Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal
  • (51) 3230-4400
  • (51) 99110-6820
  • Segunda a sexta, das 8h30 às 18h

Florianópolis


  • Rodovia SC 401, 4100 - Km4
  • (51) 3230-4400
  • (48) 98870-3902
  • Segunda a sexta, das 9h às 18h

Tour Virtual - Unidade Porto Alegre

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies. e a nossa Política de Privacidade.